Início São João del-Rei Lendas Agenda Cultural Parceiros Vídeos Contato
 
Página inicial Lendas São Joanenses!
 
  Homenagem
do Mês
 
  Quem Somos
 
  Conheça São
João del-Rei
 
  Conheça
Nossas Lendas
 
  Agenda
Cultural
 
  Parceiros
 
  Vídeos
 
Homenagem do Mês
 
JOSÉ ANTÔNIO DE ÁVILA SACRAMENTO
 
JOSÉ ANTÔNIO DE ÁVILA SACRAMENTO é natural de São João del-Rei/MG (nasceu no distrito são-joanense de São Miguel do Cajuru). Bacharel em Direito, é sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei, entidade que presidiu por três mandatos (1999-2000 - 2003-2005 - 2006-2008), incluindo uma vice-presidência (2001-2002). Foi membro efetivo Conselho Diretor do IPTAN/UNIPAC (Instituto de Educação Superior “Presidente Tancredo de Almeida Neves”), sediado em São João del-Rei, desde a sua fundação até o ano de 2004. É membro efetivo da Academia de Letras de São João del-Rei, onde exerceu o cargo de Relações Institucionais (mandato do presidente Oyama de Alencar Ramalho - 2001-2002). Exerce as funções de conselheiro titular do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural, representando a Diocese de São João del-Rei. É membro do Conselho Deliberativo da Fundação Octávio de Almeida Neves, de São João del-Rei. É sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (Belo Horizonte/MG); sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano (João Pessoa/PB); sócio correspondente da Academia Bauruense de Letras (Bauru/SP); sócio correspondente da Academia Mageense de Letras (Magé/RJ). É sócio efetivo do Instituto Cultural Visconde do Rio Preto (Valença/RJ) e sócio correspondente da Academia Valenciana de Letras (Valença/RJ). Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Niterói (RJ). Sócio Correspondente da Academia Caxiense de Letras (Caxias do Sul/RS). Sócio Correspondente da Academia Cabista de Letras, Arte e Ciências (Arraial do Cabo/RJ). Sócio Correspondente da Academia de Letras de Irecê (Bahia). Membro do Colégio Brasileiro de Genealogia - CBG (Rio de Janeiro/RJ). Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni (Minas Gerais). Membro correspondente da Academia Paraisense de Cultura (São Sebastião do Paraíso - MG). Alguns diplomas e certificados recebidos: pela participação no XV Congresso Mineiro de Jornais e Revistas (1999); pela participação no I Congresso Nacional de Jornais-Conjor (1999); como integrante da II Conferência Brasileira de Folkcomunicação, UNESCO/UMESP (1999); pela participação no seminário “Turismo e Preservação do Patrimônio Cultural: Propostas de Desenvolvimento Integrado”(ano 2000); como coordenador e expositor do painel “Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural Ferroviário”, no Seminário Nacional de Preservação e Revitalização Ferroviária (PRESERVE 2004), promovido pela Associação Brasileira de Trens Turísticos Culturais (ABOTTC) e Movimento de Preservação Ferroviária (MPF), de 06 a 08 de maio de 2004. Foi o articulador do retorno do antigo topônimo de São Miguel do Cajuru para o então distrito de “Arcângelo”, provocando o assunto e trabalhando na sua fundamentação perante o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural, perante o Executivo e a Câmara Municipal, topônimo recuperado oficialmente, através de lei municipal, no ano de 2002. Provocou a restauração do acervo pictórico ilusionista sacro da Igreja de São Miguel, situada no distrito são-joanense de São Miguel do Cajuru, além de ser também restauradas algumas imagens antigas; conseguiu, para a dita Igreja, a doação de um sistema de alarme eletrônico, visando a maior proteção dos bens móveis integrados nela existentes. O templo foi tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural de São João del-Rei, processo fundamentado no seu trabalho. Provocou ao IPHAN o tombamento nacional do acervo de pinturas da referida Igreja, fato que originou a abertura do processo de inventário e profundos estudos da obra que é atribuída ao pintor ilusionista sacro Joaquim José da Natividade, o que certamente resultará no tombamento do conjunto de pinturas em diversas cidades mineiras, incluindo a proteção oficial ao valiosíssimo acervo fixado nos forros da Igreja de São Miguel do Cajuru. Provocou ao Poder Judiciário, no ano de 2003, enquanto presidente do IHG de São João del-Rei, ações que pudessem recuperar a portada da primitiva Igreja do Sr. Bom Jesus de Matosinhos, peça do séc. XVIII, patrimônio vendido irregularmente e que está ornamentando a Fazenda São Martinho da Esperança, em Campinas-SP (processo em andamento na Justiça Federal). Foi agraciado com o Certificado de Honra ao Mérito pelo 11º Batalhão de Infantaria (1979). Recebeu o “Prêmio Meritório” do Jornal Notícias do Vale do Lenheiro (1994). Foi agraciado com o título de cidadão honorário da cidade de Prados-MG (16/12/2001). Agraciado com os títulos “Personalidade VIP” de São João del-Rei (anos 1999 e 2001). Recebeu o “Troféu Imprensa Acadêmica dr. Paulo Egídio de Carvalho Oliveira” (1999). Agraciado com a “Medalha do Milenium” (ano 2000). Agraciado com a “Comenda Terceiro Milênio”, grau “Honra ao Mérito” (2002); agraciado com a Comenda “Última do Milênio – Sebastião de Oliveira Cintra” (2000) e Comenda “Professor Sebastião de Oliveira Cintra” (ano de 2001). Agraciado como Destaque Personalidade 2004, com o “Troféu Eli Evangelista de Souza”. Agraciado pelo Jornal de Minas com o troféu “Destaque Regional 2004”, em 16 de dezembro de 2004. Agraciado pelo Governo de Minas Gerais com a Medalha da Inconfidência (Ouro Preto-MG, em 21 de abril de 2004). Agraciado com o diploma e a comenda "Mérito São João del-Rei - 310 anos" (31 de outubro de 2015). Agraciado com a Comenda Israel Pinheiro, pelo Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (Belo Horizonte, 15 de agosto de 2009). Agraciado com a Comenda "Liberdade e Cidadania" (Fazenda do Pombal, 13 de novembro de 2011). Agraciado com o "Colar do Mérito Cívico Joaquim José da Silva Xavier - Alferes Tiradentes", pela Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira (Ouro Preto-MG, em 15 de novembro de 2011). Em 02 de julho de 2010, através de ato do Monsenhor Sebastião Raimundo de Paiva, foi designado, nomeado e empossado como Conselheiro Técnico de Deliberação do Arquivo Eclesiástico da Diocese de São João del-Rei - MG. Sócio efetivo do CEREM - Centro de Referência Musicológica José Maria Neves / São João del-Rei - MG, a partir de 09 de junho de 2011. Bibliotecário da Academia de Letras de São João del-Rei - MG (a partir de 20 de março de 2016).